Beef Grill
Patos em Destaque
Vestibular Agendado - FPM

LIDERANÇAS CONHECEM SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Missão empresarial foi promovida pelo Sinduscon e Sebrae

WESLLEY RAPHAEL
QUINTA-FEIRA, 07/11/2019
Lideranças conhecem soluções para Gestão de Resíduos Sólidos da Construção Civil

Conhecer as soluções encontradas pelo município de Jundiaí/SP na destinação de resíduos sólidos foi o objetivo da Missão Empresarial promovida pelo Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil de Patos de Minas) e Sebrae. Os integrantes da missão visitaram o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – Geresol e uma obra da Construtora Ângela.

Jundiaí foi escolhida por ser a cidade referência em gestão de resíduos sólidos, tendo recebido o Prêmio InovaCidade em 2018 - premiação considerada como uma das mais importantes sobre Cidade Inteligente da América. "O trabalho feito de forma inteligente traz reflexos satisfatórios para o meio ambiente e para a cidade, além de economia de recursos públicos", comentou a analista do Sebrae, Rosânia Lima.

O presidente do Sinduscon, José Carlos Borges dos Reis, destacou que a visita foi muito interessante e produtiva pelas soluções apresentadas no Gerenciamento de Resíduos Sólidos. "De todo o resíduo da construção civil gerado em Jundiaí, 98% é reaproveitado pela própria Prefeitura, para a recuperação e pavimentação de vias públicas", informou.  

Segundo ele, os resíduos em geral são destinados para o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol) da Prefeitura e é cobrado do gerador do resíduo um valor proporcional ao volume de material enviado. "Quando a empresa contrata a caçamba, ela é licenciada, cadastrada no site do Geresol e quando chega à unidade, é feita a separação do resíduo e gerado o boleto", acrescentou. Após processado, o material é vendido para terceiros. As caçambas são monitoradas, por meio de sistema de georreferenciamento, do momento que é disponibilizada para o gerador até a chegada na usina.

"A Prefeitura não tem somente o benefício da limpeza pública, mas também, solução para o meio ambiente e redução do volume de resíduos destinados para o aterro sanitário" complementou.

José Carlos observou ainda que na visita à construtora Ângela verificaram o nível de responsabilidade na destinação dos resíduos. "A própria empresa faz a separação dos resíduos e determinados materiais são comercializados diretamente para destinadores finais, obtendo retorno financeiro", ressaltou.

O presidente do Sinduscon reforçou que este não é um processo que se faz da noite para o dia, mas acredita ser possível unir o Poder Público a instituições parceiras e empresas no sentido de alavancar este projeto em Patos de Minas.

O assessor especial de Desenvolvimento Econômico, André Franco, disse que será marcada uma reunião com o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves para que sejam repassadas as informações e discutida a viabilidade de um projeto para a destinação de resíduos sólidos no município.

O analista ambiental da FIEMG Regional Alto Paranaíba, Helberth Raman do Vale Teixeira, ressaltou que ações como esta podem ser viabilizadas por meio do ICMS Ecológico, em que, quanto maior o percentual de resíduo reciclado no município, maior é o valor recebido. Isso contribuirá para custear toda a operação.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Fonte: FIEMG | Regional Alto Paranaíba | Patos de Minas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es