Beef Grill
Patos em Destaque
WhastApp banner Patos em Destaque

GAECO: INICIADA A OPERAÇÃO AQUILES EM PATOS DE MINAS

Para dissimular a origem ilícita dos ativos financeiros, M.A.S empregava o dinheiro em imóveis e em cavalos de raça

WESLLEY RAPHAEL
SEGUNDA-FEIRA, 02/12/2019

Hoje, às 03 horas da manhã, foi iniciada a Operação Aquiles, deflagrada pela unidade do GAECO em Patos de Minas e Décima Região da Polícia Militar de Minas Gerais, na Região do Alto Paranaíba, com execução operacional em diversas cidades desta região e também nas Quinta e Nona Regiões da Polícia Militar, localizadas no Triângulo Mineiro, com sede em Uberaba e Uberlândia.

A operação, cujos trabalhos iniciaram-se em 09 de fevereiro deste ano, foi efetivada hoje,  nas cidades de Monte Carmelo, Coromandel, Patrocínio, Uberaba, Delta, Prata e Uberlândia, com o objetivo de quebrar uma rede de organização criminosa, reduzindo a  criminalidade com ação no tráfico de drogas, comércio ilegal de arma de fogo, comercialização de medicamento abortivo, anfetaminas, homicídios, corrupção e lavagem de capitais, para obter vantagem de qualquer natureza.

O comando da organização era exercido por dois indivíduos, um deles, M.S.N, indivíduo que cumpria pena em regime semi-aberto na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba. Ao sair pela manhã, todos os dias se dedicava exclusivamente ao empreendimento criminoso, sendo o responsável por distribuir cocaína e crack para diversas cidades do estado de Minas Gerais e até para cidades de outras unidades da federação. Para isso, contava com a participação da esposa M.L.F.S.N e das filhas, dentre elas B.S.N, que atuavam no transporte, cobertura ao veículo que era usado para transportar a droga e controlavam as finanças da célula criminosa. Para dissimular a origem ilícita dos ativos financeiros, eles investiam os proventos em imóveis e carros de luxo.

O outro indivíduo que chefiava o empreendimento criminoso se trata de M. A.S, que mantinha um laboratório de refino de cocaína e crack, drogas que eram comercializadas em pontos de revenda em Uberaba e outras cidades, identificados no empreendimento criminoso como “lojinhas”. Para dissimular a origem ilícita dos ativos financeiros, M.A.S empregava o dinheiro em imóveis e em cavalos de raça.

Uma terceira célula do empreendimento criminoso era chefiada por D.B. A, que revendia a droga adquirida de M.S.N e M.A.S em Monte Carmelo, Estrela do Sul, Iraí de Minas, Coromandel, Abadia dos Dourados e outras cidades. Além de drogas, D.B.A revendia ilegalmente armas de fogo e munições ilegalmente. D.B.A contava com a ajuda de outras pessoas para a atividade ilícita  

Apurou-se ainda a existência de outra sociedade delitiva, integrada por pessoas, que com estabilidade e deliberadamente, se uniram para, mediante o tráfico de drogas e outros crimes, obter vantagem de qualquer natureza na cidade de Prata, sob o comando de  W.M.S.

Para garantir o cumprimento dos decretos de prisão preventiva e os mandados de busca, apreensão e sequestro de veículos, há a previsão do emprego de 173 (cento e setenta e três) policiais militares, viaturas caracterizadas e descaracterizadas, aeronaves, drones, cães, Promotores de Justiça, analistas do Ministério Público e serventuários do Poder Judiciário.

Assim o principal resultado desta operação foi a desarticulação de quatro núcleos de tráficos de drogas: cujas lideranças encontravam-se com 02 núcleos na cidade de Monte Carmelo e os outros em Uberaba e Uberlândia , porém, com ramificações nessas cidades alcançadas.

Outros resultados expressivos são:

  • A dissipação de um local de refino e processamento de drogas;
  • 35 pessoas presas, sendo 28 em cumprimento aos mandados e 12 prisões por flagrantes;
  • 122 gramas de cocaína apreendida;
  • 68 gramas de crack apreendido;
  • 3.531 gramas de maconha apreendida;
  • 11 gramas de pasta base apreendida;
  • 04 armas de fogo apreendidas;
  • 50 munições apreendidas;
  • 23 veículos de luxo apreendidos;
  • 01 computador apreendido;
  • 38 celulares apreendidos;
  • R$9.669 (nove mil, seiscentos e sessenta e nove reais) apreendidos;
  • Cavalos de grande valor em um haras que é fruto de uma lavagem de dinheiro também apreendidos.
  • O cerco continua por terra e pelo ar, com o apoio da aeronave policial militar, a fim de prender indivíduos foragidos na região de Prata!

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Fonte: Assessoria de Comunicação Organizacional da 10ª RPM.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es