Patos em Destaque
Unipam - Vestibular de Inverno

TALK MONEY ORIENTA EMPRESÁRIOS NA GESTÃO FINANCEIRA

Foi um bate-papo descontraído promovido pelo SEBRAE e FIEMG Regional

WESLLEY RAPHAEL
SÁBADO, 13/07/2019
Talk Money orienta empresários na Gestão Financeira

Falar de finanças não é uma tarefa fácil, por envolver muita burocraria, uma linguagem muito técnica (o famoso "financeirês") e cálculos complicados que dificultam o entendimento. No entanto, a proposta do Talk Money foi bem diferente. Promovido no dia 11, pelo SEBRAE e FIEMG Regional Alto Paranaíba, o evento foi um bate-papo descontraído e que possibilitou a compreensão do conteúdo, com uma interação bem interessante com o público. Foram abordados quatro temas: análise do preço de venda; como se evitar a inadimplência; gerenciamento de capital de giro e finanças pessoais.

Os assuntos foram conduzidos por consultores do SEBRAE. Débora Negrão abriu com a discussão sobre como estabelecer o preço de venda e demonstrou, de maneira bem didática e simples, que na formação do preço deve-se considerar não somente o valor da mercadoria, mas os custos fixos de manutenção da empresa e as despesas extras. "Muitos pensam que dobrar o valor da mercadoria significa 100% de lucro. Ficou comprovado no evento que não é bem assim e que é preciso colocar todas as despesas, nas devidas proporções, para a formação do preço", disse.

Lucas Jacob apresentou o tema "Deve, não nega, paga quando pode. Evitando a inadimplência". Como lição, ele alertou para a necessidade de se fazer o cadastramento do cliente de forma bem detalhada; ter uma política de crédito bem definida e que seja realmente cumprida e, por fim, estabelecer uma agenda de cobrança, aplicando as penalidades financeiras.

 O tema do consultor Rodrigo Barbosa foi sobre o gerenciamento de capital de giro. O primeiro ponto foi enfatizar que capital de giro é um dinheiro usado para financiar a continuidade das operações da empresa. Orientou os participantes a fazer uma boa gestão de estoque, identificando a movimentação dos produtos; fazer um controle das contas a pagar e a receber e o valor no caixa da empresa. "É ideal que tenha dinheiro para o dia-a-dia, uma reserva de segurança e um recurso para ocasiões especiais", destacou.

O consultor Paulo Sarto abordou as finanças pessoais e empresariais. "Existem casos em que as contas pessoais do proprietário são pagas pela empresa e aí, surge o primeiro problema financeiro na empresa", contou. Segundo Sarto, é fundamental que haja um planejamento, com a definição de metas e objetivos. "Nunca se deve gastar mais do que recebe", reforçou. Além disso, deve ter uma ferramenta de controle. Para os endividados, deu a dica: reconhecer a condição, buscar a renegociação das dívidas e, principalmente, priorizar o pagamento daquelas que envolver multas e juros elevados.

Para a analista de negócios da FIEMG Regional Alto Paranaíba, Karen Karoline Santos, as dicas e orientações repassadas noTalk Money vão promover uma mudança no comportamento dos empresários. "Atuamos diretamente, na área de acesso ao crédito, com o acompanhamento das solicitações de financiamento e, ao conhecer a realidade econômica de cada empresa, temos condições de orientá-la para a melhor opção, a fim de evitar o endividamento. É o que chamamos de crédito consciente", orientou.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Fonte: FIEMG | Regional Alto Paranaíba | Patos de Minas.

Desenvolvido pela itsit.es