Patos em Destaque
Vestibular agendado UNIPAM

POLICIAIS MILITARES REALIZAM PARTO DE BEBÊ EM SÃO GOTARDO

A história começa durante mais um dia de patrulhamento militar em São Gotardo nesta última quarta-feira (04/12)

WESLLEY RAPHAEL
SEXTA-FEIRA, 06/12/2019

Quando formamos em qualquer profissão que seja, sempre juramos trabalhar e defender por aquela profissão e por aquilo que ela representa. O trabalho de um policial militar vai muito além porem, se que comparado com as outras profissões pois, quando formado, o militar passa a proteger e cuidar da segurança e da vida das pessoas, independente de qual situação ocorra. Nesta semana em São Gotardo, dois militares da 216ª Cia. da Polícia Militar de São Gotardo fizeram jus a profissão escolhida e puderam viver um dos momentos mais lindos e emocionantes da vida e provavelmente de suas carreiras profissionais: contribuir e realizar o nascimento de uma criança.

A história começa durante mais um dia de patrulhamento militar em São Gotardo nesta última quarta-feira (04/12). Rotina em suas carreiras, os militares Cabo Ronaldo e Soldado R. Santos percorriam as ruas e avenidas da cidade quando em determinado local escutaram uma senhora chamando por socorro. Ao se aproximarem, a mulher relatou aos militares que sua filha estava em trabalho de parto em sua residência e que precisava de ajuda imediatamente. Os policiais então ligaram para a unidade do Pronto Socorro Municipal de São Gotardo e foram até a casa para tentar ajudar de alguma maneira a mãe e o bebê.

Ao chegarem no local, os militares se deparam com mãe sentindo bastante dores, o que evidenciava que a mesma iria entrar em trabalho de parto a qualquer instante. Ao tentarem conversar com a mesma, desesperada a mulher pediu que uma enfermeira chegasse rápido para socorre-lá e que os militares a deixasse sozinha no quarto devido a situação a qual ela passava. Respeitando o momento da mulher, mas ainda preocupados, os militares saíram do quarto e foram para a sala na companhia da mãe da gestante, quando de repente escutaram a mulher pedindo por socorro em desespero mais uma vez.

Quando retornaram ao quarto, a gestante já havia entrado em trabalho de parto, tendo os policiais que realizarem o procedimento do nascimento do bebê antes da chegada da ambulância médica. Para que nada de ruim ocorresse com a mãe e a criança, com tranquilidade, os policiais trabalharam em equipe realizando um parto natural e espontâneo com a ajuda da gestante. O drama porem continuou. Ao nascer, o bebê não demonstrou reações (sinais vitais), tendo um dos militares o pegado no colo e colocando-o em decúbito ventral retirou todas as secreções de dentro de sua boca. Após o procedimento, o bebê  desengasgou e começou a chorar promovendo um momento emocionante para todos.

Para não correr nenhum risco de prejudicar a vida da mãe ou do bebê, o umbigo do recém-nascido não foi cortado, tendo a ambulância médica chegado logo em seguida, assumindo o restante dos procedimentos do parto. O bebê de sexo masculino e a mãe foram levados para o Pronto Socorro Municipal de São Gotardo, onde receberam os devidos cuidados e passam bem. O Portal SG AGORA parabeniza e enfatiza o trabalho dos militares Cabo Ronaldo e Soldado R. Santos e de toda a 216ª Cia. da PM, que tiveram uma missão diferente de todas de suas carreiras policiais e honraram sua profissão participando da história e do nascimento de mais um São-Gotardense.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Reportagem: Diego Oliveira/Portal SG AGORA

Fonte: SG Agora.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es